sexta-feira, 24 de março de 2017

PICA-PAU DO CAMPO NOVO CLIENTE DO RESTAURANTE

Eles chegam gritando, pela manhã, bem cedinho.
São bem ariscos, qualquer ruidozinho os assusta.



Tem um que está chegando até o “restaurante”. O outro fica em cima das árvores vigiando.


São os pica-paus do campo.
Uma das grandes mágicas alegrias proporcionadas por este quintal.




domingo, 19 de março de 2017

MAÇÃS, PERAS E MUITA COR

As maçãs, peras e tecidos muito coloridinhos agora se transformaram numa pilha bem robusta de panos de prato. Cinquenta e dois, para ser exata.



Maçãs e peras.


Maçãs.



Peras.


Estampadinhos e coloridos.


Mais uma etapa concluída. 

E vamos em frente!

terça-feira, 14 de março de 2017

ANDO "FICANDO" COM OS LÁPIS GRAFITE


Além das linhas e agulhas existe um lugar onde meu coração tem passeado. Fica num pequeno estojo com alguns lápis grafite.
Uma experiência gostosa... Muito gostosa mesmo.
Nenhuma pretensão, nenhuma mesmo, apenas prazer e lazer.








Rostos? Não. Da mesma forma que não gosto de fotografar pessoas não tenho planos de desenha-las.
Por enquanto, só paisagens, um animalzinho ou outro e sempre com a orientação valiosa e carinhosa do professor João Bosco Gamaliel Pinto. 
Prazeres da vida... tão simples e tão plenos.



domingo, 12 de março de 2017

TEM BEBÊ AMARELINHO AQUI EM CASA!

Eles andaram sumidos mesmo.
Cerca de 50 a 60 deles vinham, todos os dias, tomar café da manhã aqui no quintal. Perto do Natal, desapareceram quase que totalmente.


Maior tristeza. Penso que algum desalmado (para não falar um palavrão que sou senhora quase bem educada) capturou os amarelinhos.

Agora, começaram a voltar.
Dia desses contei doze, ali, no “restaurante”.

E um casalzinho resolveu morar numa das casinhas.

  
Casalzinho trabalhador mesmo. Os bebês comprovam isto! 


quinta-feira, 9 de março de 2017

COISA BOBA... MOLHO DE TOMATE

Coisa mais boba falar de molho de tomate.
Então...pois é... Coisa mais boba. 
Acontece que eu sou meio boba e tenho orgulho do meu molho de tomate.
Ele não tem nada diferente. É simples, corriqueiro, banal mas, eu me encanto com ele,  sempre que faço.
Por que faço?  Porque O-D-E-I-O molhos de latinha ou caixinha! Simples assim.

Compro um montão de tomates, quando os encontro bem bonitos, no hortifruti.
Deixo ficarem bem maduros, vermelhões mas firmes.
Lavo todos muito bem (é óbvio!) e pico com cascas e sementes.


Bato bem batidinho no liquidificador, puro, nada de água. As cascas e sementes desaparecem.
Cebola refogada em um tiquinho de óleo. Tiquinho mesmo, o suficiente para não grudarem.


Quando a cebola fica transparente adiciono o suco de tomate (nada de água).
Se tenho algum caldo de carne cozida coloco, se não tenho fica sem ele.
Açúcar, sal e folhas de louro (amo louro, coloco em tudo que cozinho).


E agora é deixar ferver até diminuir de volume.

 




Esfriar, separar em potinhos e congelar. 
Acerto o tempero da porção de acordo com a utilidade de cada um na hora que for usar.

Coisa boba demais falar de molho de tomate, não é mesmo?


segunda-feira, 6 de março de 2017

TECIDOS COM FUNDO PRETO NÃO FAZEM A MINHA CABEÇA... SERÁ?


Alguns tecidos lindos!
Tecidos de excelente qualidade, 100% algodão e estampas muito bonitas mas...
Mas possuem o fundo preto e eu tenho um enorme preconceito com panos de prato enfeitados com tecidos de fundo preto.
Por que isso? Sei não... coisa sem explicação... simplesmente acho que cozinha e tecido preto não combinam.
Fazer o quê com as loucuras da cabeça da gente?


O melhor foi me desarmar, relaxar, aceitar o desafio da ousadia e apostar que, se a gente namorar, no final, pode vir a se apaixonar.

Escolhi a renda 100% algodão para compor e, é claro, os viés bem coloridos.
Comecei pelos tecidos só com detalhes pretos e cheguei ao negro total.


Gente!!!! Era preconceito meu mesmo! Adorei o resultado!

Temos ainda, pimentinhas, maçãzinhas e vaquinhas todos em fundo preto para virarem panos de prato. E lá vamos nós, nada de preconceitos...


sábado, 4 de março de 2017

PRÉ-ENCOLHER OU NÃO ENCOLHER?

Uma das metas que me impus, para esta semana, foi pré-encolher pelo menos 100 panos de prato. Meta alcançada.


Por que ou para que pré-encolher os panos? Dá trabalho, gasta-se água e energia e depois ainda temos que passa-los a ferro o que significa mais gasto de energia.
Coisa de gente perfeccionista, detalhista?

Não, absolutamente. Coisa de quem sabe que, se pregarmos os enfeites em panos não encolhidos, na primeira lavada, o pano encolhe e o enfeite fica todo franzido ou seja, o pano de lindinho vira um horrorzinho.

Os panos do Grupo de Costura são cortados na largura de 50cm. São embainhados e então lavados para encolhimento.
Observe a diferença de tamanho entre um pano encolhido e outro não encolhido.


Vale a pena um pouquinho de trabalho a mais, no início, para um resultado bem próximo do impecável, no final. Concorda?


quinta-feira, 2 de março de 2017

MINI QUADROS

Inicialmente foram feitos especialmente para a Feira da Boa Zona e não estão na loja virtual,  por enquanto.
Mini quadro bordado em tecido de algodão com a máquina de costura
15cm x 10cm

Mini quadro bordado em tecido de algodão com a máquina de costura
15cm x 10cm
Mini quadrinhos com paisagens simples, aquelas que a gente visualiza pela janela do carro quando viaja ou simplesmente vai, ali, até a cidadezinha próxima.

Cairam no gosto de quem curte este trabalho.
Eles são do mesmo tamanho que os cartões postais, apenas estão emoldurados.
Encomendei mais molduras e assim que chegarem, estes e outros mini quadros, estarão disponíveis na loja virtual, também.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...