sábado, 30 de julho de 2016

O PRIMEIRO PATCHWORK A GENTE NUNCA ESQUECE

Patchwork... Acho lindo mas perigosíssimo. Sempre procurei manter distância segura. Tenho consciência de que, tomada a primeira dose é irreversível, o vicio se instala.
Então, esta semana, num dia de costura de panos de prato, ligo o computador num curso de patchwork para iniciantes. Penso: só vou escutar um pouco enquanto trabalho. Não pode me fazer mal.
Notebook do lado esquerdo, máquina de costura à frente, a professora muito simpática na tela, falando, cortando, costurando... Um olho no trabalho e o canto do olho na telinha.

Aconteceu. Os próximos panos de prato começaram com algumas tiras de retalhos cortadas... Afinal, porque não?


Resultado: o primeiro patchwork a gente nunca esquece. :)))



As primeiras barrinhas para os panos de prato com aproveitamento de retalhinhos nasceram. Um patch cheio de defeitos. Muito defeituoso mesmo mas eu o achei lindo!



Os panos de prato ficaram alegres e coloridos. O Grupo de Costura ganhou mais 3 panos. Isto é bom.

E depois, sem que eu percebesse ou tivesse a intenção, a caixa de retalhos pulou para as minhas mãos e, agora, sobre a base de corte, conjuntinhos de faixas esperam para mais aventuras.



Que Nossa Senhora das Patchworqueiras me salve! Amém!

4 comentários :

  1. :)))
    Hello Egléa,
    é super! Eu gosto disso!Você é muito diligente e inteligentemente! Tudo bem sucedida, o que está fazendo! :)
    Muitos abraços: Palkó

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo e esse é um vício bom! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Muito lindos ,parabéns ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderExcluir
  4. It's a good addiction to have. They're beautiful.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Seu comentário é muito importante para mim!
Um abraço
Egléa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...